Ir para conteúdo principal

Notícias Conteúdo

0000-00-00

Risco Brasil bate novo recorde e chega a 149 pontos

 

Quanto menor é esta taxa, maior é a confiança do investidor estrangeiro

SÃO PAULO - O risco Brasil - taxa que mede a confiança do investidor estrangeiro na capacidade de pagamento da dívida do País - bateu novo recorde durante esta quarta-feira. Durante a manhã, chegou a bater em 149 pontos base. Neste patamar, significa que o governo brasileiro paga um prêmio de 1,49 ponto porcentual acima dos juros negociados nos títulos norte-americanos, considerados sem risco.

Quanto menor é esta taxa, maior é a confiança do investidor estrangeiro que aceita pagar juros mais baixos pelos títulos do País. Em um dos piores momentos de desconfiança do investidor, o risco Brasil chegou perto de 2.500 pontos, pouco antes da eleição de Luiz Inácio Lula da Silva.

A queda da taxa de risco favorece as contas do governo, pois os juros são menores, e as empresas brasileiras, já que o risco Brasil é usado como base para os juros pagos pelas empresas na captação de recursos no exterior.

O risco Brasil também influencia no comportamento do dólar. A maior confiança do investidor traz para o mercado interno mais recursos e, portanto, a tendência é de queda para a moeda norte-americana. Às 16h10, pouco antes do fechamento de mercado, o dólar é negociado a R$ 2,0300, em baixa de 0,15%.


Fonte: estadao.com.br

Assessoria de Comunicação MBC
(51) 3333.7832/ (61) 3326.0121

* O conteúdo deste texto é de inteira responsabilidade da fonte citada, a quem corresponde a origem das informações citadas nesta matéria.