Ir para conteúdo principal

Notícias Conteúdo

15 de Dezembro de 2021

Prêmio Qualidade da Gestão reconhece organizações que se destacaram ao longo do ano

 

Na última terça-feira, 14 de dezembro, o Prêmio de Qualidade da Gestão reconheceu as melhores organizações de Mato Grosso do Sul em gestão no ano de 2021. Na cerimônia, realizada por meio de transmissão pelo canal do MSCompetitivo no Youtube, foram reconhecidas as organizações que receberam os certificados de avaliação, finalistas e  ganhadores de troféus de bronze, prata e ouro.

O presidente do MS Competitivo, Edison Araújo, fez um convite para que mais organizações participem gerando mais qualidade nos serviços prestados à sociedade, reforçado pelo presidente da Fundação Nacional de Qualidade, Ronald Dauscha, que destacou a importância da parceria com o MS Competitivo para difusão do MEG (Modelo de Excelência da Gestão).

Reconhecimento – O PQG reconhece organizações que se destacam pela busca contínua de seu sistema de gestão, produzindo resultados que atendam às necessidades de seus públicos. As empresas passaram por um longo processo de avaliação, partindo da autoavaliação e envio de evidências para análise aos técnicos do MS Competitivo; seguido de reuniões online com avaliadores para validarem e tirarem dúvidas geradas. Na etapa seguinte, o resultado da avaliação foi submetido à banca de juízes que selecionaram as empresas hoje reconhecidas.

Na categoria 125 pontos – Primeiros passos para a excelência – o reconhecimento foi para o Território do Vinho. O empresário Diogo Wendling, diretor há 12 anos da empresa, lembrou que a preconização é pelo trabalho focado na gestão da qualidade, profissionalismo, melhora de processos. “Acreditamos que a inovação nem sempre é tecnológica, é na forma de trabalhar no dia-a-dia, na gestão de pessoas, melhorando a produtividade e efetividade”. Enfatizou que a pandemia impôs fortes restrições, com seis meses de fechamento em 2020 e retomada progressiva em 2021, por isso o reconhecimento “foi uma grata surpresa”. Dedicou os resultados à esposa, Ana Carla, que atua no gerenciamento do negócio, junto da funcionária Natália. “É possível ter uma gestão profissional, independente do ramo de atividade”.

O finalista na categoria 250 pontos – Compromisso com a excelência – foi o  9º Grupamento Logístico do Exército Brasileiro.  O coronel Ernesto Dutra, comandante do 9º Grupamento Logístico do Exército Brasileiro, falou sobre o desafio para a equipe. “É uma organização militar pioneira no Exército Brasileiro, com apenas sete anos de existência e esse desafio nos auxiliou no desenvolvimento da gestão de nossos processos e governança”. Agradeceu aos gestores envolvidos e informou que em 2022 seguirá na busca contínua pela excelência e qualidade na gestão.

Na categoria 500 pontos – Rumo à excelência, quem levou o troféu bronze foi o Serviço Nacional da Aprendizagem Comercial – Senac MS. A diretora de Educação Profissional do Senac MS, Jordana Duenha, destacou que a organização segue nesta caminhada, seguindo o MEG, há uma década, buscando avançar a cada ano nas práticas, indicadores, gestão de pessoas e planejamento. “A gente fica grato por estar no caminho certo, da melhoria contínua e da missão institucional podendo entregar à sociedade sul-mato-grossense oferta de educação profissional de qualidade, com colaboradores engajados e processos bem estruturados”, disse, compartilhando a conquista com todo toda a equipe.

O troféu de prata - 500 pontos foi para o Sesc MS. “Aqui no Sesc nossa missão é educar para a conquista da qualidade de vida de nossos clientes e a gente propôs como missão estratégica ser referência para o comerciário no Estado de Mato Grosso do Sul.  Para isso, trabalhamos nesse modelo, na busca contínua pela excelência. Estamos sempre prontos para nos aprimorarmos, aperfeiçoar processos e sermos mais sustentáveis e competitivos. Participamos desde 2013 do PQG e já alcançamos bronze em 2013, prata em 2015 e ouro em 2015 na categoria de 250 pontos e continuamos nessa caminhada e em 2017 fomos para categoria de 500 pontos alcançamos a faixa bronze. Em meio a essa pandemia conseguimos fazer evolução de 60% na qualidade de gestão e hoje, com muito orgulho, fomos reconhecidos com a prata na categoria 500 pontos.  Agradeço aos colaboradores e ao presidente do Conselho é uma honra podermos fazer essa caminhada juntos”, disse a diretora regional do Sesc MS, Regina Ferro.

Por fim, o ouro, na categoria 500 pontos foi para a Energisa MS, que opera em 74 municípios do Estado. O MEG já possibilitou que a empresa fosse reconhecida com o prêmio Melhores em Gestão 2020 promovido pela FNQ. Em 2020 a empresa levou o troféu bronze no PQG e neste ano de 2021 reconhecida pela Abradee como melhor distribuidora da energia da região Norte/Centro-Oeste, além da melhor evolução de desempenho no Brasil.

O diretor-presidente da EMS, Marcelo Vinhaes, agradeceu à equipe, lembrando que este é um reconhecimento ao time. “Já trabalhamos com MEG e outros modelo de gestão há mais de 20 anos e para nós é uma questão de se desafiar, simplificar e evoluir todos os dias”.