Ir para conteúdo principal

Notícias Conteúdo

04 de Fevereiro de 2020

Presidente do MS Competitivo destaca importância do Modelo de Excelência da Gestão na administração pública

 

O presidente do MS Competitivo, Edison Araújo, participou na última segunda-feira (03) do Seminário MEG – Modelo de Excelência de Gestão, realizado na Assomasul, em Campo Grande. Ele destacou o trabalho que o MS Competitivo vem realizando em Mato Grosso do Sul e a importância da adesão dos entes públicos na busca da excelência da gestão. O seminário abordou o MEG TR – Modelo de Excelência de Gestão das Transferências Voluntárias da União e reuniu prefeitos e representantes de diversos municípios do Estado.
 
“Desde 2004, o Movimento MS Competitivo levanta a bandeira da excelência das gestões pública e privada, atuando, principalmente, por meio da disseminação de um modelo de gestão reconhecido internacionalmente, o MEG- Modelo de Excelência da Gestão. Tudo isso que estamos acompanhando aqui hoje, com as palestras e as formações com os multiplicadores do MEG-TR, é uma adaptação do Modelo da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) para a realidade da gestão pública. Este modelo traz em sua essência um processo de avaliação que proporciona a cada prefeitura, secretarias e fundações, a implementação anual de planos de melhorias da gestão. Para nós, do MS Competitivo, este é um momento de realização e expectativa, pois as boas práticas da excelência da gestão serão disseminadas de forma ampla e sistemática”, concluiu o presidente.
 
Esaú Mendes, servidor do Ministério da Economia e instrutor do MEG-TR, falou sobre os objetivos do Modelo das Transferências da União. “O MEG-TR pretende agilizar os processos, tendo como objetivo a gestão com foco no resultado e sua melhoria contínua. Vai permitir ao administrador olhar a atuação do órgão como um todo, para poder avaliar e melhorar a gestão. Além de oportunizar aos gestores a comparação com outras organizações e aprender com elas”.
 
Todos os municípios com população acima de 50 mil habitantes deverão estar incluídos no MEG – TR até março deste ano. Em Mato Grosso do Sul, são oito municípios nessas condições, além da Capital Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Sidrolândia, Naviraí e Nova Andradina. A medida tem como objetivo melhorar o processo de transparência, bem como a efetividade da aplicação de recursos públicos provenientes da União.
 
O prefeito de Gaspar (SC), Kleber Edson Wan-dall, participou do seminário para falar sobre o primeiro município do país a implantar o MEG-TR. “É um trabalho desafiador, onde todos podem verificar os trabalhos e as avaliações das secretarias, mas muito importante no ponto de vista técnico, pois vai permitir diagnosticar tudo aquilo que nós temos de funcionamento da parte administrativa e as oportunidades de melhorias para os trabalhos e os mecanismos de criar transparência dos atos públicos”, afirma.
 
O Diretor de Desenvolvimento do MS Competitivo Reginaldo Soares Lima, enfatizou a importância do evento que, segundo ele, é o início da implementação das ações do MEG. “Após essa formação, os municípios estarão aptos para iniciarem a implantação do Modelo, que para nós do MS Competitivo é motivo de muita alegria, pois há mais de 15 anos atuamos na busca pela implementação do modelo de gestão nas instituições e agora esse sonho se torna realidade, junto às instituições públicas do Estado, e que temos certeza trará grandes resultados para o nosso Estado”, diz.